Publicado em pensamentos

simples amor. simple love.

 

Cada vez mais eu tenho certeza de que não sei explicar o que é o amor. O amor é vasto e complexo demais para que alguém possa afirmar que o compreende na sua totalidade. O amor é tão incompreensível quanto uma equação logarítmica. É mais fácil decorar todas as declinações do latim. Mais fácil aprender “inglês em braile”. 

Increasingly I’m sure I don’t know explain what love is. Love is vast and too complex for anyone to assert that comprises in its entirety. Love is so much incomprehensible as logarithmic equation. It’s easier to memorize the Latin declensions. It’s easier to learn English Braille.

Porque amar não é saber. Não é entender. 
Porque amar é andar de mãos dadas. É rir a toa um da cara do outro, sem motivo. Mas também é achá-lo(a) lindo(a) acordando, parecendo um leãozinho, com a cara amassada e cabelo bagunçado. É gostar de estar juntos só por estar junto. 
Because love is not to know. It’s not undestood.
Because love is walking holding hands. It’s all smiles each other. But also thinks how she is beautiful to wake up, even seems like a little lion, creased face and messy hair. It’s like to be together, just being together.
Amor nasce por acaso, mas permanece de propósito. Porque amor que é amor não acaba. 
O amor não fala, ele faz.
Love is born by chance but stays on purpose. Because true love never ends.
Love don’t speaks, it does.
by Ana Tavarez
Anúncios

Autor:

Escrever é enfiar o dedo na garganta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s