Publicado em pensamentos

O meu coelhinho da Páscoa

 

O meu coelhinho da páscoa não me trás chocolates, não me trás doces. O meu coelhinho da páscoa não é símbolo de consumismo desenfreado e pretexto para juntar a “família” e comemorar a páscoa tomando cervejas e perdendo a compostura.

O meu coelhinho da Páscoa simboliza a vida. O meu coelhinho da Páscoa sacrificou sua própria vida por mim, por você, por nós. E não fez isso porque não desejava que nos empanturrássemos de chocolate. Fez isso porque não queria que tivéssemos uma dor de barriga eterna!

Meu coelhinho da Páscoa é um cara “comum” que me ama incondicionalmente a ponto de ter pago uma conta que eu não poderia pagar. Nem você.

E em troca nada me pede além do meu  coração, do jeito que está. Porque aí que Ele trás vida.

O que era cinza e escuro, tornou-se colorido. O que estava triste e deprimido, transformou-se em alegria e amor. Aquele que estava perdido, foi encontrado. O que estava vazio, Ele encheu.

O meu coelhinho da Páscoa morreu para quitar minha dívida. Meu coelhinho da páscoa sofreu, chorou, suportou, mas venceu. Hoje, ele não está no túmulo.

E o seu coelhinho, o que fez?

Feliz Páscoa. Feliz vida!

easter

Anúncios

Autor:

Escrever é enfiar o dedo na garganta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s