Publicado em coisas

babaca

não é difícil ser um babaca.

Só perceber o que ele já perdeu. E não faz tanto tempo. Ela era fantástica, incrível, maravilhosa. Já ele? Um babaca. Até queria tê-la ao seu lado, mas sem abrir mão de sua vida de farras. Eram botecos. Eram as ausências. Depois, só silêncio. Mesmo assim, ela o amou e admirou. Era capaz de enxergar o homem que ele não conseguia ser. E você pergunta: e ele? Nada.

O tempo passa, e cansada de acumular tristezas e ausências, ela partiu. Mesmo sofrendo, ela foi, e aprendeu a seguir em frente. E quanto ao babaca? A vida mesmo se encarregou de dar a lição. Ainda assim, tarde demais. Ele sofre calado, sozinho, ao perceber quão tolo e babaca foi. Afinal, um amor como aquele é raridade.

E no fim, ele deixa apenas um recado: não espere perder para dar valor.

trilha do post: Hearts burst into fire – Bullet for my Valentine
Anúncios

Autor:

Escrever é enfiar o dedo na garganta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s