About.

Eu sou assim mesmo.
Meio inocente, meio moleca. Meio criança, meio mulher.
Não sonho com um príncipe encantado, mas às vezes eu queria que minha vida tivesse momentos hollywoodianos  em que a “mocinha reencontra o amigo de longa data e os dois se apaixonam, passam por cima de todo e qualquer obstáculo para ficarem juntos. Superam as diferenças mas nem tudo é perfeito. Nesta cena o drama vem a tona, trazendo as discussões e o suspense do quase rompimento. No meio a choros e gritarias, um súbito silêncio se faz na sala e é nessa hora que os olhares se cruzam. Um olhar de arrependimento, olhar de pesar. Sem dizer nada simplesmente abraçam-se forte em expressão de cumplicidade e amor. E, para encerrar a cena e alegrar os telespectadores eles se beijam, choram novamente, e voltam a fazer as juras de amor.”

Eu sou assim mesmo.
Meio careta, meio estabanada. Meio criança, meio mulher.
Não sonho com alguém igual a mim. Só quero dividir os mesmos princípios e valores, e caminhar lado a lado.
Não importa se é alto, magro, bonito, feio, gordo, magro… Eu valorizo sentimento, o caráter, a humildade, a pessoa.  Eu valorizo o que não tem preço!

Eu sou assim mesmo.
Meio amante, meio namorada. Meio amiga, meio desvairada.
Tinha prometido a mim mesma que não cometeria mais esse erro. O erro de amar demais, e com medo disso, errei. E acabei errando de outra maneira.
Mas gente não escolhe quem vai amar. O amor simplesmente acontece. Se permanece, é decisão nossa.
Sempre acreditei que para dar certo depende de nós. Depende de abrir mão muitas vezes de nossas vontades em prol do outro; depende de ceder, de deixar quebrar o orgulho, o rancor; depende de estar disposto. Depende também de querer. A felicidade está primeiramente em fazer o outro feliz, esse é o grande lance.
Eu sou assim mesmo.
Meio carente, meio insana. Meio obstinada, meio teimosa.
E é essa teimosia que me faz perseverar. Perseverar no raro, no exclusivo, no inerente. Pra ficar comigo tem que estar disposto. Disposto a ir na direção contrária da multidão, quebrar regras, tradições, religiosidades, a mediocridade; disposto a errar, e a perdoar. Disposto a segurar firme na minha mão e não largar. Porque eu estou! Eu escolho estar!

Eu sou assim mesmo.
Meio incompleta, inacabada. Meio defeituosa, meio falha.
IMPERFEITA.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s